sexta-feira, 19 de abril de 2013

Notícias

Eu estava reservando este post para contar somente coisas boas, mas em face aos recentes atentados nos USA, vou fazer um pequeno "parênteses" aqui.

A grande questão não é que os USA tenham sido atacados novamente. Acho que a questão da segurança nacional nos USA é muito complicada, afinal são o maior e mais rico país do mundo, a força, a potência deles é incomparável. Me parece que seja natural que alguns grupos se oponham a eles. Até aí, nada de mais, não é? É natural haver protestos contra isso ou aquilo, a favor disso ou aquilo. O grande lance é que o tipo de oposição que os USA parecem despertar é extremamente perigoso. Provavelmente fruto da sua política internacional que é altamente criticável. Anyway, meu objetivo não é criticar os USA.

Na verdade, o que me motiva a escrever é o fato de que aqui no Canadá a gente é inundado por notícias sobre os USA! O jornal da manhã, que estou assistindo, está comentando somente os mais recentes acontecimentos em Watertown, Massachussets, o "lockdown" da cidade, a perseguição ao suspeito que escapou, especialistas comentando sobre as motivações políticas, essas coisas. E aí eu paro e penso: COMO ESTAMOS PERTO DE TUDO ISSO!

Antes, no Brasil, tudo o que acontecia nos USA parecia tão distante! "Uma ameaça de bomba; ah, tá lá longe! Um atentado terrorista; ah, tá lá longe!" Mas agora tudo o que acontece nos USA está MUITO perto e isso nos faz pensar. Talvez por isso as agências de notícias canadenses foquem tanto nos americanos. Geograficamente - e economicamente e culturalmente e tal - os Estados Unidos são muito próximos ao Canadá e aqui o impacto é mais sentido que em outros países...

Olha só! Era para ser apenas um parênteses e já virou quase que um post inteiro!!!

Agora vamos às boas notícias!!!

Mesmo antes de sairmos do Brasil eu comecei a perguntar aqui e ali sobre como seria dar aulas, sobre o mercado de trabalho, enfim... A gerente do meu banco - aqui no Canadá - foi super gentil e, querendo ajudar, me passou o telefone de uma professora de inglês brasileira aqui em Toronto. Eu logo me animei e pensei: um contato!

Liguei para a tal professora e deixei recado. Ela me retornou e, o que se seguiu foram 30 minutos do mais completo desencorajamento na forma de "ajuda". A tal professora me disse que, sem o TESL eu não poderia, jamais, ensinar no Canadá. Quando contei que tinha o CELTA, ela foi rápida em me cortar e dizer que o CELTA era APENAS um teste de língua. Quando tentei contra-argumentar, ela não me deixou falar. Quando ela terminou, desligamos o telefone e eu me senti profundamente desmotivada. Pensei com meus botões: "Por que eu fui inventar de fazer o CELTA no Brasil? Por que gastei aquele dinheiro?"

Mas a Sil é uma otimista. Ela, realmente, é incrível e me disse para ignorar a mulher, que ela era uma frustrada (rs) e que eu deveria mandar meus CVs de qualquer forma. O fato é que mandei. Mandei, até o momento, 10 CVs. Não me inscrevi no Skills for Change nem no Access. Não fiz uma avaliação do meu CV. A única coisa que fiz foi pegar um modelo de CV canadense e adaptei o meu. Acho que com orientação poderia ser mais eficaz, ainda preciso ir atrás disso.

Mas o fato é que já fiz duas entrevistas!! E o mais importante, as minhas credenciais no Brasil fizeram e fazem toda a diferença, sim! Ter o CELTA, CPE, IELTS e mais de 10 anos de experiência fazem a diferença, SIM! Claro que as minhas notas ajudam muito (rs), mas acho que qualquer pessoa que tenha sido aprovado com C no CELTA e CPE teria boas chances também!

Então este post é para mim, para o Tiago, para os colegas de profissão: NOSSAS CREDENCIAIS VALEM, SIM! E este post é para aquelas pessoas todas que foram taxativas e muito rápidas em me desencorajar e colocar obstáculos e mais obstáculos no meu caminho: eu consegui! =)

9 comentários:

Aline Guimaraes disse...

Olá meninas! Eu e meu marido também somos recém chegados em Toronto e a experiencia tem sido parecida com a de voces! A liberdade é incrível (e o friozinho também! Estamos em Davisville e adorando a regiao!

ainda nao fiz um blog, mas já acompanho o de voces faz um tempao!

enfim, só passei pra dizer que boa sorte na nova jornada!
quem sabe a gente nao se bate por aí?

beijos

Aline

Cadê Canadá? disse...

Que beleza! Parabéns! Conseguir entrevistas já é uma vitória!
E acho que esta professora está redondamente enganada. Ter certificaçao de Cambridge vale tanto quanto ter Tesl Canadense.
Nao desista! :)
Beijos,
Carina.

Marcelo disse...

Eh isso ai, Mel!!Nao ouca o que os outros falam ou dizem negativamente!Siga em frente acreditando no seu sucesso!!Eu faco assim!Acredito que vms sim, ter sucesso.A questao eh paciencia e foco!

Thiago disse...

Nossa, vc não sabe o qt eu fico feliz por você!
A gente se esforça tanto aqui, ouve TANTO o qt essas certificações são importantes. Não podia ser td mentira, né?
Olha, saiba q esses desconhecidos aqui estão torcendo muito para que você encontre logo um ótimo emprego!

Anônimo disse...

Conhece pelo uns 4 brasileiros ( em Calgary) que sao professores, nao sei quem teste eles fizeram, mas o fato eh que eles o sao, e nao moram no Canada tanto tempo assim.

SonhoComCanada disse...

Boa Sorteee !
Logo vc consegue um emprego.

abraços;
Catherine
http://meetyoutherecanada.blogspot.com.br

Mel disse...

Obrigada pela força pessoal!!! As coisas estão andando!! Isso é bom! =)
Aline, faça um blog, é legal dividir a experiência, ajuda a desopilar o fígado, como dizem... rs...
Thiago, valeu a torcida! =)
Marcelo, foi seu conselho de "vá lá e faça, não ouça o que os outros dizem, que me motivou!
Catherine, obrigada!
Carina, agora eu sei!!! =) Valeu pelas forças!

Laila disse...

Oi Mel, o Celta eh equivalente ao Tesl, e aceito pelo Tesl Canada. Se voce quiser confirmar essa informacao entre em contato com o Tesl Canada diretamente (www.tesl.ca). Na escola onde trabalhei em Toronto (ILAC) havia professores com ambos os diplomas. As escolas de ingles estao fazendo as entrevistas de emprego agora, porque o verao eh a epoca mais movimentada das escolas. Minha sugestao eh que voce leve seu curriculo pessoalmente, anexe uma copia do seu Celta, e tente falar com a pessoa responsavel pelas contratacoes, o mais rapido possivel. Sei que voce ja mandou o curriculo por email mas ir pessoalmente faz muita diferenca.
Alem disso ha as escolas que nao sao filiadas ao Tesl Canada, e nao exigem nenhum tipo de certificacao. Geralmente pagam menos.
Se voce quiser entrar em contato comigo meu email eh lailallima@yahoo.com.
(eu acho que sei quem eh a professora com quem voce conversou... rsrsrs...)
Boa sorte!

Igor (Projeto Canada 2012) disse...

Bacana as informações! Minha esposa pretende fazer o TSOL quando chegar em Montreal :)

Sucesso.